Guns N’ Roses, Red Hot Chili Peppers e Beastie Boys entram para o Rock and Roll Hall of Fame

E! News | Faz 5 anos

 

Jon Furniss/WireImage.com; Courtesy Lisa Lake/Getty Images; Matt Kent/Wireimage




Desculpe, Axl Rose, mas Cleveland está agitando, mesmo sem você.

Famosas estrelas da música tocaram juntas, ontem à noite, na 27ª edição do evento anual Rock and Roll Hall of Fame no Public Hall de Cleveland, em Ohio.






Embora o frontman da banda Guns n' Roses tenha vetado o evento e rejeitado sua participação, seus companheiros de banda deram um sentido novo à expressão "the show must go on".

Os membros da banda Guns n' Roses, Slash, Duff McKagan e Steve Adler se reuniram para tocar três hits, incluindo as favoritas dos fãs Sweet Child O' Mine e Paradise City. Myles Kennedy, membro de um projeto paralelo com o guitarrista, Slash, fez o vocal.

Axl não foi o único a não compareceu ao evento. O Beastie Boys, Adam "MCA" Yauch, que vem batalhando contra o câncer desde 2009, também anunciou que não poderia comparecer à ocasião. Além diso, Rod Stewart também falto, por cona de uma gripe.

Embora os Beastie Boys não tenham tocado, o grupo fez história e foi o terceiro grupo de hip-hop a adentrar no hall - juntando-se a Grand Master Flash & Furious Five e Run-DMC.

Antes da cerimônia começar, Green Day começou o evento com uma performance épica de seu hit "Letterbomb" e, então, empossaram Guns n' Roses ao Hall of Fame.

"É o melhor álbum de estreia da história do rock and roll", disse Billie Joe Armstrong, do Green Day, sobre o "Appetite for Destruction", do G N' Rs.

Apesar da controversa ausência de Axl, Armstrong encontrou tempo para elogiar o vocalista, "Ele é um dos melhor vocalistas que já tocaram em um microfone", disse Billie.

Anthony Kiedis, vocalista da banda Red Hot Chilli Peppers, fez um tributo a Hillel Slovak, primeiro vocalista da banda, que morreu em consequência de uma overdose de heroína, em 1988:

"Eu acho que ele daria boas risadas", disse Kiedis. "É, certamente significaria muito pra ele, já que ele se importava profundamente com a música e tinha muito amor por estar em uma banda e ser uma força criativa no universo".

Parabéns às lendas homenageadas no evento. Keep on rocking!