Grávida, Natalie Portman escorrega no vegetarianismo

E! News | Faz 6 anos

 
Steve Granitz/ Getty Images; Amazon
Depois das críticas e controvérsias que giraram em torno da atuação de Natalie Portman em Cisne Negro, a vencedora do Oscar de melhor atriz tem seu mais novo episódio polêmico. Na defesa pelo não-consumo de carne, Natalie já havia adotado uma dieta vegetariana aos oito anos de idade. Alguns anos atrás, defendeu seus princípios em um artigo no Huffington Post, dizendo que “a necessidade ou a circunstância não são desculpas para comer carne eventualmente”. “Se eu for convidada para um jantar e tiver que estuprar alguém para agradar meus anfitriões, então é isso que eu farei?”, contestou. A defesa não agradou muito na época, pelo fato dela ter colocado no mesmo nível carnívoros e estupradores. Agora, esperando o primeiro filho do coreógrafo responsável pelas danças de seu último filme de sucesso, Natalie comenta, “Se você não come ovos e leite, não pode comer queijo, bolo ou biscoito. E também tive que cuidar dos níveis de vitamina no meu organismo. Tive vontade, comi, mas já voltei a ser vegetariana.”