Gaultier sai em defesa de Galliano

E! News, MODA, | Faz 6 anos

 
Jean Paul Gaultier, saiu em defesa de John Galliano, afirmando que o estilista já demonstrou em seu trabalho que não é racista. “Tudo o que ele fez na moda não demonstra que seja racista, muito pelo contrário”, disse Gaultier, referindo-se às coleções de Galliano inspiradas nos quatro cantos do mundo. Sobre o vídeo, em que John afirmava “amar Hitler”, Gaultier diz que é possível usar técnicas para fazer as pessoas dizerem coisas que não disseram. Ele diz que “Galliano disse algumas palavras, mas que não se sabe em que contexto as disse”. Gaultier declarou sua admiração por Galliano, agora convertido em um pária do mundo da moda, o mundo que até uns dias o venerava. “É muito triste” a situação de Galliano, é como “autodestruição”, porque é “causou danos sobretudo a si mesmo”, acrescentou o estilista francês. Gaultier finalizou desejando que Galliano “encontre uma paz interior” e que volte à moda. Por: Catarina Novaes