Esta pode ser uma das maiores conquistas de Adele até hoje

E! News | Faz 5 anos

 

Dave M. Benett/Getty Images



Em abril de 2011, Charlotte Neve, de 7 anos, sofreu uma hemorragia cerebral que a deixou em coma. Os médicos disseram a sua mãe Leila que começasse a se despedir, então a mãe, de 31 anos, se aproximou da filha na cama do hospital... e algo incrível aconteceu.

Leila começou a cantar Rolling in the Deep, da Adele, para sua filha (uma de suas músicas favoritas) e Charlotte reagiu com um sorriso.






Leila começou a cantar Rolling in the Deep, da Adele, para sua filha (uma de suas músicas favoritas) e Charlotte reagiu com um sorriso.

"Eu não podia acreditar", contou Leila ao The Telegraph. "Foi a primeira vez que ela respondeu a um estímulo desde a hemorragia. As enfermeiras ficaram surpresas e me pediram para continuar cantando, e ela sorriu novamente".

"Era como se ela estivesse reiniciando", disse a mãe. E depois de alguns tratamentos fisioterápicos ocupacionais, e terapia de fala, Charlotte estava pronta para voltar para casa. "Ela foi autorizada a voltar para casa por um final de semana para vermos como ela estava, e a primeira coisa que ela disse foi ‘lar doce lar'".

"Charlotte tem sido brilhante", disse Leila. "Ela é tão determinada e corajosa. Os médicos pararam de nos dizer o que ela seria capaz de fazer, porque ela tem nos surpreendido muito".

Parece que a música de Adele pode curar muito mais que um coração partido...