ESPY Awards 2012: melhores e piores momentos da premiação

E! News, Tapete Vermelho, | Faz 5 anos

 

Jason Merritt/Getty Images



Muitos dos grandes nomes do esporte se arrumaram com elegância para participarem da 20ª edição do ESPY Awards.

Não se preocupem se vocês perderam, temos os flashes dos melhores momentos para vocês.

Melhor montagem de abertura: Preparem-se para uma montanha russa de emoções. De lutadores de UFC levando chutes no rosto, snowboarders se espatifando, jogadores de futebol se acotovelando ao ver Peyton Manning dizer adeus aos Colts e momentos de recordação dedicados aos técnicos, a abertura do ESPY Awards foi muito emocionante e divertida.






Pior tentativa em nos fazer inveja: O jogador do Dodgers, de L.A., Matt Kemp entrou na premiação (ridiculamente gato) acompanhado de duas moças – Connie Britton e Hayden Panettiere – para anunciar a Melhor Atleta Feminina. Bela tentativa, Kemp.

Melhor/Mais estranho Apresentador: Rob Rigle. O apresentador tentou fazer piadas relacionadas ao esporte, mas sua tentativa foi infeliz. Entre as pausas constrangedoras e sua dificuldade em ler o teleprompter, foi difícil não os sentirmos mal pelo cara. Mas não foi tão horrível, e foi possível notar que ele estava se divertindo, e isso (meio que) conta, certo?

Melhor Momento Awww: Tivemos um vislumbre de Lamar Odom e Bruce Jenner sentados juntos, na platéia. Um pouquinho de carinho entre sogro e genro enquanto discutem sobre esporte... Fofo, né?

Pior Discurso "Rapidinho": Quando Drew Brees ganhou o prêmio de Melhor Recorde, prometeu um discurso de agradecimento rapidinho, mas não foi o caso. Na verdade, ele fez um dos discursos mais longos da noite. Mas não estamos bravos. O discurso de Brees foi muito sincero e doce.

Melhor Performance no Palco: Pobre Joel McHale. O comediante estava todo preparadinho para dar um super cool aperto de mão com Riggle, mas quando ele foi entregar um prêmio, bem, foi meio triste. O truque não deu muito certo e McHale ficou no vácuo...

Melhor História: A treinadora de basquete da Universidade do Tennessee, Pat Summitt, recebeu o Arthur Ashe Award. E com esta honra, o Espy compartilhou sua história: Ela era uma jovem garota que cresceu em uma fazendo e se apaixonou pelo que, até então, era um esporte masculino, mas que a levou a conquistar uma longa e bem-sucedida carreira de treinadora. Também acabamos sabendo que Summitt foi diagnosticada com Alzheimer, na última primavera, mas sua personalidade corajosa fez com que continuasse trabalhando como treinadora. Ela levou as Lady Vols à final do 16º SEC  Championship.









ESPY Awards 2012

Hayden Panettiere







Lista completa dos vencedores:

Best Breakthrough Athlete:  Jeremy Lin
Best Female Athlete: Brittney Griner
Best Record Breaking Performance: Drew Brees
Best Game: The 49ers vs. The Saints
Arthur Ashe Award: Pat Summitt
Best Comeback Athlete: Matthew Stafford
Best Upset:  Los Angeles Kings
Best Play:  Christian Watford
Best Moment: Tim Tebow
Best Male Athlete: LeBron James
Best Championship Performance: LeBron James
Best Coach/Manager: Tim Coughlin, New York Giants
Best International Athlete: Lionel Messi
Best NFL Player: Aaron Rogers
Best MLB Player: Josh Hamilton
Best NHL Player: Jonathan Quick
Best Driver: Tony Stewart
Best NBA Player: LeBron James
Best WNBA Player: Diana Taurasi
Best Fighter: Floyd Mayweather Jr.
Best Male Golfer: Bubba Watson
Best Female Golfer: Cristie Kerr
Best Male Tennis Player: Novak Djokovic
Best Female Tennis Player: Maria Sharapova
Best Male College Athlete: Robert Griffin III
Best Female College Athlete: Brittney Griner
Best Male Action Sports Athlete: Shaun White
Best Female Action Sports Athlete: Jamie Anderson
Best Jockey: Mario Gutierrez
Best Male Athlete With a Disability: Kyle Maynard
Best Female Athlete With a Disability: Jessica Long
Best Bowler: Sean Rash
Best MLS Player: David Beckham
Best Track & Field Athlete: Walter Dix
Best Team: Miami Heat