E!NTREVISTA E!XCLUSIVA: Lady Gaga fala sobre “Judas”

E! News | Faz 5 anos

 
No meio da euforia do lançamento do super videoclipe Judas, E! News sentou para conversar com mãe master dos monstrinhos! Perguntamos basicamente tudo que tínhamos para perguntar sobre essa novo hit de sete minutos e sobre a sua vida. Durante a entrevista conduzida por nossa querida Giuliana Rancic, que durou aproximadamente trinta minutos, Lady Gaga disse que Judas é essencialmente sobre a sua história com um ex-namorado e sobre o dilema de ainda ser apaixonado por alguém que te traiu, alguém que foi ruim para a sua vida. As referências religiosas são baseadas nisso. “Quando escrevo música pop, eu sempre tento escrever de uma forma bem honesta, e depois levar a mensagem da música para um nível mais profundo e mais simbólico, visualmente. E isso é exatamente o que tem por trás do vídeo Judas: é uma metáfora para o perdão e também ao fato da traição e escuridão serem uns dos maiores desafios da vida contrário de um erro”. “O nome Judas é algo que tem uma conotação muito intensa. As vezes eu me sinto incompreendida e acho que meus fãs também. Acho que o vídeo liberta o mundo em diversas formas... tira tudo de negativo e coloca no positivo”. Sobre vídeo em si, que marca a estreia de Gaga como diretora, junto com a sua amiga e coreógrafa Laurieann Gibson, a popstar disse, “O resultado ficou muito melhor que imaginei! É tão lindo, é como um feto ganhar a vida”. Gaga descreve Judas como “uma representação de uma nova forma de viver baseada nas suas experiências enquanto morava em Nova York”. Além do hit, Gaga comentou da sua carreira e dos seus medos. “O meu maior medo é morrer antes de colocar todas as minhas ideias em música. Eu tenho pesadelos com isso”. E daqui a 10 anos, como estará a vida de Lady Gaga? “Talvez com um puta anel no meu dedo e um bebê. Não sei. Com mais alguns álbuns debaixo do meu cinto... Eu não penso muito sobre isso, sobre 10 anos. Penso onde estarei daqui a 10 minutos!”. A cantora também comentou sobre a reação de seus familiares sobre o seu estilo de vida. “Meus pais já estão imunes ao meu estilo de vida, às minhas perfomances, à minha arte. Já minha avó, que é cega, ligou para meu pai e perguntou se eu estava usando carne na premiação da MTV. Falei para meu pai explicar a minha avó que estava querendo fazer uma declaração sobre igualdade”.