Eminem fala sobre seu vício: “Apagou cinco anos da minha vida”

E! News | Faz 5 anos

 
PacificCoastNews.com
Ser uma celebridade é o sonho de muitas pessoas. Mas, às vezes ser uma estrela é uma faca de dois gumes. A revista Rolling Stone publicou uma entrevista com o cantor Eminem, onde ele não hesitou em falar sobre o seu passado e sobre os problemas que o seus vícios lhe causaram. O músico de 39 anos confessou que sua dependência por drogas começou em 2002 quando começou a filmar 8 Mile. “Rodamos 16 horas seguidas. Um dia alguém me ofereceu Ambien e eu alucinei. A partir daí era tipo: preciso disso o tempo todo”. SAIBA MAIS: Macy Gray e Jessie J. serão as grandes atrações do F1 Rocks 2011 Desde 2007, ano em que ele afirma ter se reabilitado, até hoje, o rapper começou uma vida muito mais equilibrada e sã. Ele também não hesitou em falar sobre as pílulas que lhe roubaram alguns anos de vida. “Eu tento ficar lembrando o tempo todo porque senão, me enferrujo. Sou muito paranóico com o tem de me bloquear quando escrevo, eu passei mais de quatro anos e me levou a porra toda. Não importa o quanto me esforçava, simplesmente  não podia me lembrar de nenhuma merda”. E continuou explicando o quão difícil foi a situação e as sequelas permanentes que as drogas lhe causaram. “Não sei se tudo parece uma desculpa, mas a verdade é que eu perdi muita capacidade de memória. Não sei se conhecem o Ambien, mas é uma espécie de apagador de memória. Essa merda apagou cinco anos da minha vida (...) As pessoas me conta histórias e eu fico tipo: ‘Eu fiz isso?’”. Durante a reportagem, ficou claro que Eminem não estava tentando pedir desculpas a ninguém, mas sim estava tentando convencer os leitores que as drogas, com o passar do tempo, destrói as pessoas. Nós ficamos muito felizes com a sua recuperação Eminem, que você continue assim!