Ed Westwick, de Gossip Girl, nega acusação de estupro feita por Kristina Cohen

Faz 2 semanas

Kevork Djansezian/Getty Images


Veja o que ele disse

Ed Westwick, que foi visto aos beijos com namorada no Rio de Janeiro, negou a acusação de estupro feita pela atriz Kristina Cohen, em post no Facebook nessa segunda-feira, 6. Através no Instagram nesta terça-feira, 7, Ed revelou que não conhece Kristina. “Eu não conheço essa mulher. Eu nunca forcei uma mulher de nenhuma maneira. Eu certamente nunca cometi estupro”, escreveu a estrela de Gossip Girl.

ED WESTWICK É VISTO AOS BEIJOS COM NAMORADA NO RIO DE JANEIRO

Segundo o E! News nenhuma queixa foi feita contra Ed. Sem revelar a data exata, Cohen disse que estava “namorando um produtor” que era amigo de Westwick na época do incidente relatado.

MEMBROS DA EQUIPE DE HOUSE OF CARDS ACUSAM KEVIN SPACEY DE ASSÉDIO SEXUAL

“Foi esse produtor que me levou na casa de Ed onde eu o encontrei pela primeira vez. Eu queria deixar o local quando Ed sugeriu que ‘todos nós fossemos transar’. Mas o produtor não queria deixar Ed constrangido indo embora. Ed insistiu que ficássemos para jantar. Eu disse que estava cansada e queria ir embora, tentando sair da situação desconfortável. Ed sugeriu que eu descansasse no quarto de hóspedes. O produtor disse que iria ficar para o jantar mais 20 minutos para acalmar a situação e então poderíamos ir embora”, escreveu Kristina no Facebook.

OS CASOS DE ASSÉDIO EM HOLLYWOOD

Kristina contou que se deitou no quarto de hóspedes e “eventualmente dormiu”, e foi “acordada abruptamente” por Ed, que estava “em cima dela” e forçou seus dedos dentro de seu corpo. “Eu disse para ele parar, mas ele era forte. Eu lutei contra ele o máximo que pude, mas ele agarrou meu rosto com as mãos, me chacoalhando e dizendo que queria transar comigo. Eu estava paralizada, aterrorizada. Eu não conseguia falar. Eu não podia mais me mover. Ele me segurou e me estuprou”, disse ela.

A atriz descreveu o ocorrido como um “pesadelo”.

Sem revelar o nome de seu namorado produtor, a atriz disse: “Ele colocou a culpa em mim, me dizendo que eu era uma participante ativa. Que eu não podia dizer nada porque Ed ia colocar pessoas atrás de mim, me destruir, e eu poderia esquecer minha carreira de atriz. Ele disse que não tinha como eu sair dizendo que Ed me estuprou e que eu não queria ser ‘aquela garota'”. Por muito tempo, Kristina admitiu: “Eu acreditei nele. Eu não queria ser ‘aquela garota'”.

ANTHONY RAPP ACUSA KEVIN SPACEY DE ASSÉDIO SEXUAL QUANDO ATOR TINHA 14 ANOS

A jovem ainda revelou que veio a público após uma onda de acusações de assédio surgirem, como o caso do ator Kevin Spacey, do produtor Harvey Weinstein e de outros famosos de Hollywood. Ela também escreveu que queria que os outros “soubessem que não estão sozinhos, que eles não são culpados, e isso não é uma falha deles. Outras mulheres e homens que tomaram a frente me ajudaram a fazer o mesmo. Eu espero que minhas histórias e as histórias de outros ajudem a recompor e realinhar os ambientes tóxicos e as desigualdades de poder que tem criado esses monstros”, revelou ela.

Fonte: Facebook/Kristina Cohen

[scrollGallery id=22320 start=5 autoScroll=false thumbsdown=true]


Publicidad
Publicidad