Djs que passaram trote em enfermeira de Kate Middleton são ameaçados de morte

E! News | Faz 5 anos

 

Arthur Edwards/WPA Pool/Getty Images; 2Day FM




Jacintha Saldanha se enforcou depois do ocorrido






Os responsáveis por passar um trote no hospital King Edward VII, onde Kate Middleton ficou internada no início do mês devido a problemas na gravidez, Mel Craig e Michael Christian, estão sendo ameaçados de morte. A dupla de radialistas australianos foi levada para locais seguros e sigilosos pela polícia, segundo o jornal Daily Telegraph.

Mais: Enfermeira de Kate Middleton que foi vítima de trote se matou com enforcamento

De acordo com a publicação, os radialistas estão sendo responsabilizados pela sociedade australiana por terem causado (mesmo que indiretamente) a morte de Jacintha Saldanha, a enfermeira vítima da pegadinha, que se enforcou dias após o ocorrido.









Mel e Michael teria recebidos inúmeras cartas ameaçando a segurança e a vida deles. Uma delas, direcionada a Michael, dizia que “existem balas com seu nome”. A empresa dona da emissora SCA, rádio que passou o trote, teria ainda revelado que recebeu ameaças durante toda a semana. “A polícia está investigando o caso. Os detetives já têm em seu poder uma carta com várias ameaças. Estamos trabalhando na questão e tentando descobrir o autor da carta”, disse o porta-voz da polícia de Nova Gales do Sul, na Austrália.

LEIA MAIS: Rihanna termina com Chris Brown?