Demi Lovato fala sobre sua crise: “Eu estava lidando com pressões para ser magra”

E! News | Faz 5 anos

 
Michael Rozman/Warner Bros.
Demi Lovato não fez questão nenhum de manter segredo sobre ela se sentir “intacta”, depois da sua crise no começo desse ano, mas agora a cantora de Skyscraper está mandando mensagens positivas sobre os seus problemas para as jovens adolescentes, tentando fazê-las enfrentar os seus problemas. Em uma conversa com Ellen DeGeneres, Lovato disse a apresentadora do programa que ela quer ter certeza que as garotas não vão se submeter às pressões da sociedade do mesmo jeito que ela (com tendências destrutivas que foram resultados da admiração pelas “meninas magras” que ela via nas revistas. “Um das razões pelas quais eu me tornei tão sincera quando eu decidi sair do tratamento e falar sobre os meus problemas é porque quando eu cresci, eu estava lidando com pressões para ser magra”, disse Lovato. “Era a época em que as garotas das revistas eram muito, muito magras e era nisso que eu estava me espelhando. Foi isso que eu tive que idolatrar. Eu não quero isso para as jovens garotas idolatrarem”. Na sequência da sua franca admissão, a atriz e cantora também abriu seu coração para falar sobre a sua batalha contra o seu problema de distúrbio alimentar. “É um muito pouco saudável”, começou Lovato. “Não tinha ninguém para me ajudar e dizer, talvez isso não seja saudável. Talvez morrer de fome não seja a resposta. Então quero ser essa pessoa para as garotas de 13 anos que ficam em casa pensando se devem comer ou não o seu jantar, ou para uma de 18 decidindo que come ou não o café da manhã. É preciso haver um modelo, e pela primeira vez na minha vida, eu realmente me sinto como um”. E realmente parece um modelo! A ex-estrela de Sonny With a Chance o quão importante foi pra ela procurar tratamento, para conseguir seguir em frente com a sua vida. “Muitas coisas estavam ótimas na minha vida e então de repente minha vida pessoal foi para baixo em uma velocidade louca. Tive uma crise negativa e isso mudou minha vida para sempre, mas eu estou feliz que fiz isso, porque se eu nunca tivesse entrado no tratamento... Eu não sei se, primeiro, eu estaria sentada aqui hoje. Segundo, se eu estaria viva hoje.” Parabéns Demi! Continue com esse ótimo trabalho!