Demi Lovato sobre sua internação: “Eu tive um colapso nervoso”

E! News | Faz 5 anos

 

Seventeen
Soubemos que após três meses internada em uma clínica de reabilitação, Demi Lovato retornou à rotina normal, mesmo que ainda acompanhada por alguns médicos. A estrela de 18 anos da Disney, foi enviada ao tratamento após agredir (bem no rosto!) uma das dançarinas da banda Jonas Brothers que estava em turnê com o pessoal de Camp Rock. Em foto para a revista Demi traz escrito nas mãos: "O amor é maior  (direita) do que a pressão por ser perfeita (esquerda)". Demi certamente estava fora do controle quando foi internada. A menina se portava fisicamente abusiva e usava drogas, mas o que definitivamente levou sua equipe a querer ajudá-la foi este último incidente. Outras histórias também surgiram sobre ela, como distúrbios alimentares e auto-mutilação. Mas agora Demi está pronta para falar sobre o que ela vem passando. Eleita pela revista Seventeen como porta-voz da campanha Pressure to Be Perfect (algo como “pressão por ser perfeita” em português) ela dá conselhos aos adolescentes e dá exemplos de sua própria experiência. Em entrevista, Demi descreve o que aconteceu com ela como um "colapso nervoso" e conta que ainda sofre de bulimia: Sobre a agressão à dançarina: “Eu basicamente tive um colapso nervoso. Eu estava muito mal. Meus pais e meu gerente me puxaram de lado e disseram, ‘Você precisa de ajuda.’ Foi como uma intervenção. Eu queria o diabo da liberdade que eu costumava ter. Eu queria recomeçar minha vida.” Já existiu alguma vez em que você se sentiu tentada a voltar aos seus perigosos hábitos antigos, como os distúrbios alimentares? Sim, houve momentos em que eu definitivamente estive tentada a me livrar do meu jantar. Mas eu vou ter que lidar com isso para o resto da minha vida porque é uma doença que dura a vida toda. Eu não acho que haverá um dia em que eu não pense sobre comida ou o meu corpo, mas eu estou vivendo com isso, e eu gostaria de falar à todas as jovens para que elas achem um lugar seguro para ficar e permaneçam lá”. Bom exemplo o da garota, vocês não acham?