Demi Lovato fala sobre drogas após morte de Philip Seymour Hoffman

E! News | Faz 3 anos

 
Demi Lovato

Kevin Winter/Getty Images



Estrela soltou o verbo...






Demi Lovato passou muitos problemas no passado e já enfrentou o vício em cocaína. Por isso, ela sabe bem o que Cory Monteith e, agora, Philip Seymour Hoffman passaram tentando vencer a batalha contra as drogas, em vão. Com a recente morte do ator de Jogos Vorazes, Demi então aproveitou para soltar o verbo sobre o assunto.

Demi Lovato se declara para ex-namorado

No Twitter, a cantora desabafou: "Eu desejo que mais pessoas percam o stigma e tratem o vício como uma doença séria e mortal que ela é. Drogas não são algo para glamourizar a música pop ou um filme para retratar algo divertido e recreativo como inofensivo. Não é bonito, legal ou admirável".

SIGA O E! ONLINE BRASIL NO TWITTER

"É muito raro quando alguém consegue realmente prever seu vício e, mesmo assim, você nunca sabe quando isso vai levar a sua vida ou te fazer mal. Chegou a hora das pessoas começarem realmente a tomar atitudes que mudem o que estamos realmente a cantar sobre esses dias, porque você nunca sabe se você pode exaltar uma determinada droga para um usuário de primeira vez ou um alcoólatra, que poderia acabar morto, porque eles acabam sofrendo da mesma doença mortal que muitos já morreram", continuou.

Saiba mais detalhes sobre a morte de Philip Seymour Hoffman

"Isso é algo que não devemos mexer. Por que correr o risco? Vício É uma doença. Por favor, espalhem a palavra para que possamos derrubar o tabu e discutir esta doença e conscientizar as pessoas de todas as idades. RIP Philip Seymour Hoffman... um artista INCRÍVEL que perdeu sua vida para uma doença horrível... Talvez você esteja em completa paz, agora que a dor foi embora. Deus te abençoe", concluiu.