Demi Lovato abre seu coração no especial Stay Strong: “Eu não posso te dizer que não me cortei desde o tratamento”

E! News | Faz 5 anos

 
John Sciulli/WireImage
“Se você tirar a música, eu não teria uma razão para viver”. Essa foi uma das coisas que a corajosa Demi Lovato disse durante o seu especial Stay Strong na MTV. Após passar por um tratamento em outubro de 2010 por distúrbios alimentares e por se cortar, a cantora de Skyscraper realmente abriu seu coração para os telespectadores ao falar de sua jornada. “Eu não posso te dizer que não vomitei desde o tratamento. Não posso te dizer que não me cortei desde o tratamento. Eu não sou perfeita”. Lovato, que também foi diagnosticada com transtorno bipolar enquanto estava internada, admitiu que essa é uma batalha contínua que ela vai ter que lutar todos os dias, e que a negatividade que viu dentro de si começou quando ela tinha apenas 7 anos. A estrela da Disney explicou que ela se olhava no espelho sem nunca se sentir bem o suficiente, “Eu sentia como se estivesse vivendo uma mentira... Eu lidava com toda essa dor, emocionalmente. E me senti culpada e com vergonha. Eu decidi tirar isso de mim mesma, eu me prejudiquei”. Demi ainda contou que teve que ficar continuamente no telefone com seu responsável durante o dia de Ação de Graças para que não vomitasse sua comida. Felizmente, ela conseguiu comer, mas disse que se sentia culpada no dia seguinte. LEIA MAIS: Demi Lovato voltou à clínica de reabilitação? “Um vício é uma obsessão, algo que domina sua mente e todos os seus pensamentos. Você acha que não pode viver sem. Para mim, eu estava comendo, vomitando e me machucando”. Por sorte, Lovato conseguiu se reconfortar com sua música e seus fãs, os Lovatics. “Toda vez que alguém me pede uma foto ou um autógrafo, mesmo que eu tenha tido um dia ruim e esteja de mau humor, eu lembro, ‘Você não é ninguém sem essa pessoa’”, disse ela, “Eles me tornam especial”.