Cinco coisas que você precisa saber antes de assistir “The Girl With the Dragon Tattoo"

E! News | Faz 47 anos

 

Columbia Pictures




Críticos esperam ansiosos pela estreia e... Nós também!

Portanto, antes de conferir nos cinemas, aqui está o que vocês precisam saber sobre a nova versão de The Girl With the Dragon Tattoo.

Confira abaixo os cinco pontos importantes:




Columbia Pictures




1. Deixem as crianças em casa: O diretor David Fincher já falou diversas vezes sobre o seu desejo de ver seu filme em uma franquia para adultos, e dessa vez ele definitivamente conseguiu. O filme, inspirado na trilogia sueca, apresenta violência brutal e agressão sexual, mas, além disso, mostra um animal de estimação muito doente. Ironicamente, isso traz um ponto em comum com o filme War Horse, de Steven Spielberg, onde vocês podem ver a morte de muitos bandidos, mas ao ver a violência contra um animal doméstico é uma coisa muito pior.

2. Não se atrase: Vá para o cinema bem antes de o filme começar, ou você vai perder os melhores trailers de abertura desde Se7en.



Columbia Pictures




3. É uma variada linguagem: O filme se passa na Suécia, mas todo mundo fala um inglês mais acentuado, exceto Daniel Craig, o astro de Cassino Royale. Isto é duplamente confuso para o filme, afinal quando os personagens principais realmente viajam para a Inglaterra, seus sotaques permanecem os mesmos. Já a palavra escrita é outra história: cartazes, livros e T-shirt, aparecem na maioria do tempo em sueco, mas se de repente você vê uma em inglês, sem motivo aparente, é certeza de que é um ponto da trama que realmente vale a pena prestar atenção.

4. Há uma música da Enya, na trilha sonora: Sério, isso é verdade. E é totalmente funcional. Você vai ter que confiar em nós.



Columbia Pictures




5. Não há regras: Não, nós não estamos falando sobre as tatuagens, piercings e outras modificações de Rooney Mara. O longa tem algumas outras características bem ousadas. Ao longo de todo o filme, os seus protagonistas fumam e bebem constantemente... Mas nunca foi punido ou criticado por isso! Todo esse tempo achamos que os suecos eram comunistas e que odiavam os socialistas. Aparentemente não é bem assim