Cate Blanchett defende seu vestido usado no Oscar

E! News | Faz 6 anos

 
Ontem à noite houve uma grande reunião em Nova York para assistir ao novo filme de Cate Blanchett, Hanna, e Cate não estava lá! Humm. Mas Eric Bana, que também faz parte do elenco, estava, e estava delicioso. Mas agora, foco! Estamos aqui para falar sobre a nova entrevista exclusiva que Cate fez com a revista InStyle australiana, onde ela conversou sobre seu Givenchy usado no Oscar. Nós simplesmente havíamos amado o vestido. Mas amamos mais ainda pelo fato de Cate tê-lo usado, e porque Cate é capaz de fazer qualquer trapo despedaçado da rua ficar o luxo que nunca conseguiríamos sonhar em ficar. Mas é claro que existem por aí aqueles odiadores invejosos. Os que se nomeiam críticos da moda ou os que se auto intitulam Joan Rivers, mas que na realidade não são. Bem, as críticas chegaram aos ouvidos de Cate, e ela tem a resposta. E que é muito boa, por sinal. “As pessoas se preocupam tanto em se vestir para outras pessoas, mas você tem que usar aquilo que você gosta, e não o que os outros apreciam,” Blanchett disse à InStyle desta semana. “Se as pessoas entendem, (aquilo o que você usa) elas entendem. Se não, não importa. Os lugares que ainda podem pagar para promover cultura são poucos, e o tapete vermelho faz isso tão bem, que nós deveríamos estar comemorando isso.” Então, o que será que ela mais amou na peça? “Ele é todo arquitetônico, e a parte de cima é toda feita de elástico,” ela explicou. “A combinação das cores, eu não consegui acreditar quando eu o vesti pela primeira vez. Eu estava tentada à usá-lo de diferentes formas, porque se você tirar a parte de cima dele, ele se torna um vestido simples por baixo de todos aqueles detalhes. Eu o achei incomum, e isso o que mais me atraiu nele”. Então quer dizer que o fato de você poder usá-lo de diferentes formas vai deixar a gente te ver usando-o novamente? “Eu poderia usá-lo novamente, porque ele pode se tornar em um vestido completamente diferente, então, possivelmente”. Ela conta. Então nós vamos ficar de olho para ver se conseguimos identificar o vestido “mutável” da próxima vez que usá-lo, Kate.