Campanha feita por Ashton Kutcher para marca de salgadinhos é acusada de racismo

E! News | Faz 5 anos

 




O vídeo de Ashton Kutcher para a Popchips mal saiu e já gerou controvérsia.

Um dos personagens interpretados pelo ator, o indiano Raj, um produtor de Bollywood que procura alguém "hot como uma Kardashian", foi tirado do comercial depois de um tumulto público sobre suas supostas alegações racistas.






EXCLUSIVO E!: Confira o making of da campanha de Ashton Kutcher





Anil Dash, um técnico em religião, criticou a campanha escrevendo em seu blog, "Eu acho que as pessoas por trás da campanha da Popchips não são racistas. Eu acho que eles apenas fizeram um comercial racista, porque eles estão tão impregnados com o racismo da nossa cultura, que nem se deram conta do que fizeram".

E ele não foi o único, o grupo de hip-hop Das Racist usou o Twitter para criticar o próprio ator, "Hey @aplusk, qual é a do vídeo racista da cara marrom seu sem talento, que finge ligar para o tráfico sexual, seu m**da?".

E mais tarde ainda escreveram, "Hey, se você se preocupa, ligue para a popchips... E registre sua preocupação. Eles têm que tirar essa m**da e pedir desculpas, isso sim".





LEIA TAMBÉM: Ashton Kutcher procura um amor na internet





"Cara marrom. Ótimo. Sim, isso é racismo" dizia um comentário no YouTube, "Sim, isso tem que ser tirado".

A Popchips logo tirou o anunciou do YouTube do Facebook, e em um comunicado enviado ao E! News, a companhia disse: "O novo vídeo de encontros da Popchips e a campanha com quatro personagens foi criada para gerar algumas risadas e nunca foi a intenção ofender alguém. Na Popchips nós acolhemos todas as formas, sabores e cores, e apreciamos todos os consumidores, não importa sua raça ou etnia. Esperamos que as pessoas possam aproveitar isso no espírito em que foi pensado".

Entretanto, Kutcher teve que lidar com mais do que as acusações de racismo, já que outro comentário no YouTube dizia "a parte mais ofensiva foi quando Ashton Kutcher achou que era engraçado".