Britney Spears foi processada por seu ex-empresário, mas só tem olhos para a nova turnê

E! News | Faz 5 anos

 
Fame pictures
Vocês se lembram de Sam Lufti? Há alguns anos ele foi empresário de Britney Spears e a conduziu diretamente para a reabilitação psiquiátrica. Agora, o ex-representante da cantora a processou por difamação e para este processo judicial solicitou uma avaliação psicológica na estrela do pop, a qual foi negada pelo juiz encarregado do caso. Lufti também pediu acesso às provas toxicológicas em que Spears se submeteu em 2008, para usá-las como parte de sua defesa, e essas também foram negadas. Os advogados da cantora de Toxic dizem que ela ainda não está preparada para submeter-se a todos as avaliações que Lufti solicitou à corte. O par de Britney também foi acusado por um suposto caso de agressão em 2008, mas até janeiro desse ano não foi realizado o julgamento desse incidente. Estes testes e provas pedidos por Lufti estão cada vez mais complicados, enquanto a equipe de Spears conseguiu uma ordem de restrição permanente que proíbe seu ex-empresário de ficar a menos de 100 metros da cantora. Britney agora tem pouco tempo para pensar nesse assunto, pois ontem, 15, foi o primeiro dia de sua turnê mundial Femme Fatale em Sacramento, mas isso não quer dizer que ela não tenha tido um tempinho para fazer algumas coisas antes da apresentação. O que a princesa pop fez enquanto não estava cantando e dançando? Britney deu uma passadinha na loja Tommy Hilfiger no shopping Grove, em Los Angeles, para uma sessão de terapia das compras. Com os filhos Sean Preston e Jayden James e o papai Jamie, a cantora de I Wanna Go comprou clássicas pólos, um blazer azul, um sapato alto estilo marinha e um vestidinho. Apesar de seus problemas, parece que a Miss Spears estará muuuuito estilosa nesta turnê.