Brad Pitt e Jennifer Aniston se separaram por causa da maconha?

E! News | Faz 48 anos

 

Gregg DeGuire/Getty Images



Brad Pitt contou que durante os anos 90 ele fumava maconha diariamente e chegou até se considerar um viciado.

"Chegou um ponto que o vício estava me consumindo como um mofo e acabei odiando", explicou. Em uma entrevista para a revista Parade, o galã revelou, "Coloquei na minha cabeça que precisava encontrar um filme sobre uma vida interessante, mas ao mesmo tempo eu não estava vivendo uma. Acho que meu casamento teve muito a ver com isso, tratar de fingir algo que não era".

Alguém lembra quem era a mulher de Brad naquela época? Sim... Jennifer Aniston. Ops.. Será que ele acabou de revelar o motivo exato da separação?






A luta de Jennifer Aniston pela legalização da maconha é conhecida. Ela já fez parte de uma campanha publicitária em que estrelava uma foto sua com a seguinte frase, "Gosto de fumar cannabis e não vejo problema algum com isso".

Enquanto Brad Pitt queria largar o hábito, Jennifer curtia plenamente. É provável que isso tenha sido o ponto de conflito. Nenhum dos dois deixou claro o motivo real do divórcio, mas a teoria mais famosa é que ele teria traído ela com Angelina Jolie durante as filmagens de Sr. e Sra. Smith.

Depois de ter dito que seu casamento não era o que parecia e que tinha uma vida pouco interessante, Pitt se arrependeu e disse, "Jen é muito amorosa, engraçada e continua sendo uma amiga. O que quis dizer é que eu mesmo não me sentia motivado".