Blake Lively revela que Ryan Reynolds não foi seu “melhor par romântico” nos cinemas

E! News | Faz 5 anos

 

Warner Bros. Entertainment



Atriz também falou sobre as cenas quentes de Savages






Blake Lively pode até parecer bem confortável na pele de suas personagens, mas nem tudo são flores nos sets de filmagens.

Em entrevista a edição britânica de outubro da revista Marie Claire, a atriz, que se casou com Ryan Reynolds no começo da semana, falou um pouco sobre seu novo filme, Savages, e contou que não foi nada fácil gravar as cenas mais quentes do longa.

"É terrível gravar cenas de sexo. Terrível! Não só para os atores, mas toda equipe se sente desconfortável. Mesmo assim, você precisa fazê-las do jeito mais excitante possível", disse Blake, "Especialmente, essas cenas foram complicadas porque não eram apenas cenas excitantes, tinham a importância de mostrar como três pessoas podem se amar e viver em uma relação".

A atriz contou que as cenas em questão foram gravas nos 3 primeiros dias de filmagens, o que ajudou os atores a se conhecerem "muito rápido". "Entretanto", continuou ela, "É um processo muito torturador, porque você sempre pensa, ‘Não... minha família vai ver tudo isso!'".

Quando a entrevista foi feita, Lively e Reynolds eram apenas namorados, então o assunto casamento acabou ficando de fora. Porém, a atriz revelou que, ao contrário do que podem pensar, Ryan não foi o seu melhor par romântico nos cinemas.

"Honestamente, Alan Arkin foi um dos melhores pares românticos que eu já tive", disse ela sobre seu companheiro de elenco em The Private Lives of Pippa Lee, "Ele era o mais gentil, divertido e um desafio, porque estava claramente desconfortável com o fato de eu ter 17 anos e ele 72".