As melhores caracterizações do ano

E! News | Faz 2019 anos

 

AP Photo; Alex Bailey, Pathe




Dentro do mundo do cinema, poucos atores se atrevem a interpretar um personagem da vida real, porque quando o fazem, as críticas tendem a ser mais duras e as comparações são infinitas...

Mas este ano Hollywood teve vários valentes que se atreveram a interpretar ícones que fizeram parte da história do mundo, desde a política, a medicina e o próprio cinema.

E separamos os cinco atores que encarnaram estes personagens e se deram muito bem com a caracterização (e é claro, muito talento).






Meryl Streep como Margaret Thatcher: Se existe uma dama de ferro da atuação em Hollywood, sem dúvida ela é Maryl Streep, e por isso não conseguimos pensar em ninguém melhor do que a atriz para interpretar a ex-Primeira Ministra da Inglaterra.

O filme foi bastante criticado pelas escolhas dos roteiristas para tornar o a biografia um sucesso do cinema, no entanto, o que todos estão de acordo é sobre a atuação de Streep, que já resultou a atriz uma indicação ao Globo de Ouro.



Keith Bernstein/Warner Bros.




Leonardo DiCaprio como J. Edgar Hoover: Depois de se tornar o menino de ouro de Martin Scorsese, Leo tem tudo o que é necessário para interpretar um personagem atormentado e com um caráter explosivo. Não é de se estranhar então que o ator tenha feito tão bem o primeiro diretor do FBI, mesmo que para isso tenha passado diariamente sete horas nas mãos dos maquiadores para parecer ter 77 anos.

E ele também está na lista de indicados à categoria de Melhor Ator no Globo de Ouro, ao lado de George Clooney, Ryan Gosling, Michael Fassbender e Brad Pitt, nada mal, né?!



Central Press/Getty Images; Laurence Cendrowizc/The Weinstein Company




Michelle Williams como Marilyn Monroe: Aqui está mais uma indicada ao Globo de Ouro. A atuação de Michelle em My Week With Marilyn, como uma personagem tão enigmática e idealizada como Monroe pode ter causado dúvidas no começo, mas rendeu a ele uma indicação, e elogios do diretor do filme.



Twitter




Daniel Day Lewis como Abraham Lincoln: Enquanto Steven Spielberg segue rodando o filme em Richmond, Virginia, a expectativa sobre a biografia do décimo sexto presidente dos Estados Unidos segue crescendo, especialmente porque o papel de Lincoln será interpretado por um dos atores mais exigentes na hora de escolher seus papéis. Daniel Day Lewis, de Nine e There Will be Blood.



Sony Classics




Viggo Mortensen como Sigmund Freud: O filme do canadense David Cronenberg, A Dangerous Method, que conta um fragmento da vida de Freud e Carl Jung, já recebeu várias críticas negativas, mas sem dúvida a atuação de Mortensen tem o seu valor, e o ator recebeu ótimas críticas por ela no Festival de Veneza.