Após ser a capa da GQ, Joseph Gordon-Levitt critica a revista

E! News | Faz 5 anos

 

GQ Magazine



Depois de criticar sua versão adolescente na última edição da GQ norte-americana, Joseph Gordon-Levitt tem agora outro alvo: A própria revista.

O ator usou seu site ontem, 17, para criticar a GQ por publicar uma informação errônea sobre a morte de seu irmão mais velho, conhecido como Burning Dan.






LEIA MAIS: Joseph Gordon-Levitt posa para a GQ e confessa que foi difícil lidar com a fama durante sua juventude





"Estou escrevendo isso porque tenho um problema com o que o artigo deles diz sobre o meu irmão", escreveu Levitt em sua página do Tumblr, não sem antes agradecer aos editores por ser a capa da revista, "Serei sincero, isso realmente fez eu me sentir péssimo".

O que deixou o ator tão descontente foi a frase em que a repórter escreveu, "o Gordon-Levitt mais velho morreu supostamente de uma overdose em 2010. ‘Foi um acidente' é tudo que Joe irá falar sobre isso".

Mas isso não é bem o que o ator tem a dizer.

"As ‘alegações' as quais ela deve estar se referindo foram feitas por vários sites de fofoca. Eles estão factualmente errados de acordo com o departamento legista e o departamento de polícia", continuou ele, "Eu não gosto de falar publicamente sobre a morte do meu irmão, mas estou abrindo uma exceção para corrigir essa alegação irresponsável".

Joseph ainda sugeriu que seria legal se a revista publicasse o que ele discutiu sobre as coisas boas que seu irmão fez.

"Dan era brilhantemente positivo, genuinamente solidário, e uma pessoa brilhantemente inspiradora, e eu gosto da ideia de uma leitura ampla sobre ele", escreveu Joe, "Meus pais e eu estamos desapontados pelo artigo ter focado em um assunto tão sensível desta forma".