Aplicativo Tubby é mensagem de conscientização

E! News | Faz 3 anos

 
Aplicativos Lulu e Tubby

Reprodução




Criadores revelam a campanha por trás do app






Depois de muita polêmica e de ser proibido pela justiça, o aplicativo Tubby finalmente revelou seu real objetivo: incentivar a "desobjetificação" das pessoas.

Siga o E! Online Brasil no Twitter

Na madrugada desta sexta-feira, 06, um vídeo foi postado no YouTube em que um suposto investidor coreano explica o então objetivo do app. Entretanto, o vídeo oferecia legendas em coreano, que quando ligadas traduziam a real intenção.

"Pessoas não são objetos, e a intimidade de um relacionamento, por pior que tenha sido, não pode ser exposta dessa forma. Esse tipo de aplicativo pode até ser 'mera brincadeira', mas dá as ferramentas para pessoas anonimamente fazerem estragos na imagem pública das outras. Caso ainda mais grave nos dias atuais em que observamos intimidades filmadas por ex-namorados vazando na rede e tende repercussões drásticas", dizem na mensagem verdadeira.

O Tubby prometia ser um aplicativo para a avaliar o desempenho sexual das mulheres de forma anônima, como uma vingança para o Lulu, em que mulheres podem avaliar os homens.

Leve o E! Online Brasil no bolso! Baixe o aplicativo do E! na Apple Store, Google Play ou Blackberry App World

Na descrição do vídeo no YouTube, os idealizadores da campanha, Guilherme Salles e Rafael Fidelis, explicam: "Pois é, vocês já perceberam que se trata de uma trollada, mas na verdade é muito mais que isso, ‘não é trollagem, é uma mensagem!'".

Para conferir a mensagem verdadeira, clique em legendas e ative a opção "coreano".