Amber Heard fala sobre bissexualidade

E! News | Faz 3 anos

 
Amber Heard, ELLE September

Cedric Buchet/Elle




"Eu não tenho e nunca tive vergonha", disse ela






Amber Heard está em ascensão em Hollywood, e depois de O Diário de um Jornalista Bêbado e de contracenar com Liam Hemsworth em Paranoia, a atriz já tem mais alguns filmes para este ano.

Siga o E! Online Brasil no Twitter

Porém, ela afirma que não vai deixar que suas belas características físicas atrapalhem sua carreira (quem diria que isso poderia ser um problema?) e que prefere papeis desafiadores ao invés de apenas encarnar a mocinha nas telonas.



Amber Heard, ELLE September

Cedric Buchet/Elle



LEIA MAIS: Johnny Depp e Amber Heard são flagrados de mãos dadas

"Eu tento interpretar personagens que de alguma forma são poderosas ou fortes. As pessoas querem me colocar em um vestido de casamento e me fazer um objeto de afeto, mas e prefiro mesmo atirar com uma arma e salvar o mundo. Eu sempre lutei contra o que era esperado de mim o máximo que pude", explicou ela à revista Elle de setembro.

E seus novos papeis no cinema certamente a ajudaram a combater essa imagem. Ela interpreta uma agente dupla em Machete Kills e uma assassina em Three Days to Kill.

Leve o E! Online Brasil no bolso! Baixe o aplicativo do E! na Apple Store, Google Play ou Blackberry App World

Apesar de namorar Johnny Depp atualmente, em 2010 a atriz assumiu sua bissexualidade e namorou a fotografa Tasya van Ree até o ano passado. E não tem nenhuma vergonha de falar sobre sua orientação sexual.

"Eu não queria que parecesse que eu estava escondendo alguma coisa. Eu não tenho e nunca tive vergonha", contou Amber.



Amber Heard, ELLE September

Cedric Buchet/Elle






Amber Heard, ELLE September

Cedric Buchet/Elle