Amanda Bynes é declarada inocente por acidentes de trânsito

E! News | Faz 4 anos

 

Tom Meinelt-Jason Winslow / Splash News



Mas falta na audiência para fazer compras






Nesta quinta-feira, 27, Amanda Bynes pulou sua audiência em Los Angeles para ficar por Nova York fazendo compras. O advogado da atriz, Richard Hutton, a representou, e ela foi declarada inocente pelos acidentes de trânsito em que se envolveu nos dias 10 de abril e 4 de agosto.

As acusações têm uma pena máxima de seis meses de prisão e/ou US$2 mil por cada acidente.





LEIA MAIS: Advogado, agente e acessor de Amanda Bynes pedem demissão





"O advogado dela, Rich Hutton, é muito competente e eu não tenho dúvidas de que ele fará o melhor acordo possível", disse o advogado de defesa Troy Salten, que não está ligado a Bynes, ao E! News.

"A acusação de fugir após o acidente não pode ser usada para agravar qualquer punição por dirigir sob influência de entorpecentes e vice-versa", continuou ele, "Porque ela não estava em liberdade condicional quando os acidentes aconteceram, o fato de ela ter essas acusações separadas é irrelevante para o caso".

"Dito isso, o promotor e o advogado de defesa estão conscientes de todos os encargos e da audiência em que ela está envolvida por seu comportamento imprudente e perigoso que pode colocar a vida de outros em risco", continuou Slaten, "Isso pode funcionar como barganha, que pode acontecer no caso dela".

A comissária Rececca Omens agendou a próxima audiência para 19 de outubro, e a atriz terá que obedecer todas as leis e não dirigir sem uma licença válida.