Amanda Bynes: "Fui assediada sexualmente por policial"

E! News | Faz 4 anos

 
Amanda Bynes, Court

Steven Hirsch/ Splash News




"Ele deu um tapa na minha vagina", disse no Twitter






Depois de alegar no Twitter que nunca fumou maconha em bongs (acessório para fumar a erva), Amanda Bynes voltou a fazer outra declaração polêmica.

Dessa vez a atriz, que foi presa na semana passada em Nova York por posse de droga, disse que foi sexualmente assediada por um policial!



Amanda Bynes, Tweet




"Não acredite em todas as notícias sobre minha prisão. É tudo mentira. Eu fui sexualmente assediada por um dos policiais na noite anterior da minha prisão, foi o mesmo que depois me prendeu. Ele mentiu e disse que eu joguei um bong para fora da janela quando eu a abri para tomar um ar fresco. Hilário. Ele deu um tapa na minha vagina. Assédio sexual. Grande coisa", escreveu ela no Twitter nesse sábado, 25.

LEIA MAIS DETALHES SOBRE A PRISÃO DE AMANDA BYNES!



Amanda Bynes, Court

Steven Hirsch/ Splash News




Ela continuou: "Daí eu chamei a polícia. Ele me algemou, eu acabei resistindo, ao contrário dos relatos. Depois eu fui levada a um hospital psiquiátrico. Ofensivo. Eu fiquei pedindo por meu advogado, mas eles não deixavam. Os policiais eram assustadores. O policial me assediou sexualmente, eles não acharam maconha alguma comigo ou bong do lado de fora na rua. Por isso que o juiz me deixou ir. Não acredite nas notícias".

Depois de ser levada a uma delegacia local na noite de quinta-feira, 23, dia seguinte ela teve uma audiência. Usando uma peruca loira para cobrir o cabelo raspado, Amanda foi liberada pela juiza que cuidou do caso por falta de provas.



Amanda Bynes, Mugshot

AKM-GSI






Amanda Bynes

NPG; Twitter; Splash News




ÚLTIMOS VISUAIS DA ESTRELA



Amanda Bynes, Then and Now

Jeff Kravitz/FilmMagic; Splash News




ANTES E DEPOIS