Adam Levine contou ao E! News sobre o episódio com o VMA e muito mais…

E! News | Faz 5 anos

 
Yu Tsai/OUT magazine
Adam Levine resolveu mesmo abrir a boca, e dessa vez na foi para cantar... Depois de criticar a postura do American Idol e a da MTV durante o VMA, parece que o vocalista do Maroon 5 vai começar a falar tudo o que pensa a qualquer momento. E ontem mesmo ele conversou com o E! News sobre o recente episódio com a Mtv e muito mais. Antes da premiação que aconteceu domingo, o treinador do The Voice postou em seu Twitter que a Mtv já tinha perdido seu comprometimento com a música, e mandou a emissora para aquele lugar... Durante a entrevista Adam contou que a maioria de seus amigos cantores pensa o mesmo, “Eles só não têm coragem de dizer, é de conhecimento público que não é um canal de música”, disse ele, comentando que há sim vantagens, mas não é o suficiente, “É uma excelente forma para um artista se promover, o que é uma coisa boa. Eu acho que grandes artistas já estiveram lá e eles foram bem representados, mas poderia haver mais”. Ele também contou que quando era mais novo amava o show, mas que agora não tem a mesma sensação com o que o VMA se transformou. “Eu lembro quando era criança e amava o VMA”, disse ele, “Eu assisti esses momentos incríveis em que todos estavam em casa para assistir também. E eles sempre tinham grandes artistas no palco – Nirvana, Pearl Jam... Bandas que eu amava. Havia vários momentos memoráveis, mas não era só isso, era um canal de música. Era um dia que celebrava tudo que aquele canal apoiava”, continuou, ”É triste. É como ver a Tower Records em Los Angeles virando uma loja de roupas. Eu fiquei p*to com a coisa toda. É o que é. Eu realmente acho aquilo que escrevi”. E o Maroon 5 foi convidado esse ano? SAIBA MAIS: Adam Levine manda seu recado à MTV “Eu nem mesmo sei se fomos convidados”, contou ele, “Eu sei que não fomos chamados para nos apresentar. As pessoas pensaram que aquilo foi porque não fomos indicados, mas não tem nada a ver. Não somos indicados há anos e está tudo bem”. Levine ainda nos contou que tem conversado com o amigo músico Gavin DeGraw e que ele está bem. Gavin tocaria com o Maroon 5 em turnê, mas teve que cancelar alguns shows após ter sido atropelado por um taxi em Nova York. “Nós estamos contentes que ele esteja bem, ele parece ótimo e soa ótimo. Ele teve uma ótima recuperação e está 100%”, disse Adam. E enquanto o cantor de Misery pode estar magoado com a MTV, ele está com o coração no lugar no que diz respeito ao resto do mundo. A banda acaba de doar US$250 mil para o Feeding America, uma instituição de caridade qe luta contra a fome. Os roqueiros também andaram ocupados no laboratório da Snapple para criar um sabor para a caridade chamado Tea Will be Loved (um trocadilho com a famosa música da banda, She Will be Loved) “Foi divertido, foi realmente legal”, contou Levine sobre a experiência, “Alguns dos sabores que criamos tinham um gosto nojento, alguns eram incríveis. Foi tudo muito divertido”. O novo chá chega às prateleiras americanas hoje e já está recebendo bastante atenção. Todo dinheiro arrecadado com as vendas de Tea Will be Loved será revertido para a Feeding America.