Acusada de furto, Lindsay Lohan enfrente mais uma audiência

E! News | Faz 6 anos

 
Lindsay Lohan acaba de sair da sua segunda audiência na tentativa de chegar a um acordo pelo suposto roubo de um colar avaliado em U$ 2.500.   Algumas semanas atrás a primeira audiência de Lilo foi realizada em Los Angeles e ela se declarou  inocente. Nesta oportunidade a atriz deveria dizer se aceitava ou não um acordo, em que teria que se declarar culpada e proceder com o julgamento. Embora Lindsay não aceitou o trato na primeira audiência, o juiz do caso decidiu dar-la outra oportunidade. Depois de se reunir com a atriz em particular, junto com os advogados de ambas as partes, uma terceira audiência foi marcada para 19 de março. O juiz pediu a LiLo que reconsiderasse a oferta dos advogados e fechasse logo um acordo.
Andrade, Shirley, PacificCoastNews.com
Também ele insistiu que a acusada deveria encontrar um tutor (um padrinho) que não fosse do seu círculo pessoal para ajudar-la a lidar com seus problemas de vício. Lindsay respondeu que concordava e sempre educada com todos ao redor. Mas a notícia do dia é o novo escândalo protagonizado pela família da atriz. Michael Lohan, pai de LiLo, apareceu na sala da audiência sem avisar e a mãe da atriz enfatizou que ele havia quebrado a ordem judicial, já que ele se aproximava da filha. Segundo fontes na sala, Michael respondeu com um gesto vulgar com as mãos. As câmaras do E! News esperaram do lado de fora do edifício. Michael conversou rapidamente com os jornalistas:  “Não ia falar nada, acho que o juiz já disse demais”. “Estou fazendo de tudo para ajudar a minha família e a outras crianças que sofrem com a separação dos pais. O que LiLo está passando, emocionalmente, é uma questão familiar”. Ele também garantiu que o colar não valia nada, muito menos U$ 2.500 que estão alegando. “Deus sabe que se ela ficar detida e eu puder ir em seu lugar, eu iria”, concluiu ele.