Áudio exclusivo: Michael Jackson queria criar um Dia das Crianças nos Estados Unidos

E! News | Faz 5 anos

 

AP PHoto / Aaron Lambert



Quando Michael Jackson morreu, deixou para trás um grande legado musical.

Mas o rei do pop, que faleceu há três anos, também era conhecido – por bem ou por mal – por sua dedicação às crianças. E essa dedicação envolvia criar um dia nacional em homenagem a elas, assim como o dia das mães, dos pais e outras datas históricas.






Sim, no Brasil o dia das crianças é celebrado 12 de outubro, mas nos Estados Unidos ainda não existe uma data oficial.

Em uma gravação obtida com exclusividade pelo E! News, o cantor pode ser ouvido falando com seu confidente Rabbi Shmuley Boteach sobre seu desejo de criar um dia nacional para as crianças.

Boteach agora concorre ao congresso em Nova Jersey e suas propostas incluem o desejo do cantor.





Ouça aqui a gravação.





"Se houvesse um dia das crianças quando eu era pequeno... Você imagina o que isso significaria para mim?", diz Michael ao amigo, "Teria significado muito para mim, Shmuley".

"Você teria dito, ‘papai hoje é dias das crianças, o que vamos fazer? '", concorda Boteach.

"Eles completariam o ciclo e cuidariam do pai e da mãe por causa de como foram tratados quando eram mais novos", continuou o cantor, "O que é mais bonito do que isso? Eu acho isso lindo. Precisamos reunir a família de novo".

"Michael reclama para mim constantemente que havia um Dia das Mães e um Dia dos Pais, mas nenhum Dia das Crianças", disse Boatech em um comunicado, "Foi o meu compromisso com ele que me fez liderar essa proposta política de incentivos fiscais para empresas que fecharem no domingo para que as famílias possam se reunir... Como Michael argumento...".