A morte de Whitney Houston tem um culpado? A polícia acredita que sim…

E! News | Faz 5 anos

 

Richard Young/startraksphoto.com



O departamento de polícia de Beverly Hills deseja interrogar o sócio de Whitney Houston, Raffles Van Exel, por supostamente ter limpado o local onde a cantora norte-americana tragicamente faleceu.

Apenas na semana passada foram publicados os resultados dos exames toxicológicos realizados no corpo de Houston, aos quais determinaram que a quantidade de cocaína que Whitney havia consumido contribui diretamente com sua inesperada morte.






Mas, por que Van Exel limpou tudo?

Segundo fontes de Radar Online "a família de Houston sabia que ela estava consumindo drogas novamente" e por isso que, agora, a investigação centrará em Van Exel e outros membros mais próximos à cantora.

A polícia vem tentando se comunicar com Raffles Van Exel, sem sucesso. E, por isso, acredita-se que esteja fora dos Estados Unidos, talvez na Dinamarca, de onde é natural.

Van Exel admitiu, recentemente, a um jornal dinamarquês, que havia sido responsável pela limpeza do local onde Houston faleceu e por essa razão a polícia tinha tanto interesse em interrogá-lo.





Funeral de Whitney Houston: o adeus de uma diva