A atriz iraniana Golshifteh Farahani é proibida de retornar ao seu país após posar nua em revista francesa

E! News | Faz 2019 anos

 

Facebook




A atriz, que já atuou com grandes nomes como Leonardo DiCaprio e Russell Crowe, foi banida de seu país de origem, o Irã, por ter posado nua em uma revista francesa.

Golshifteh Farahani disse que o governo iraniano entrou em contato com ela para dizer que ela não é mais bem-vinda no país e a aconselharam a não voltar para sua casa.

A foto "polêmica" da atriz de 28 anos, onde ela aparece com as mãos estrategicamente posicionada sobre seus seios, foi feita em preto e branco e publicada pela primeira vez na revista Le Figaro Madame.






Ela depois postou a foto na sua página do Facebook, atraindo visitantes de todo o mundo, incluindo pessoas do Irã.

Enquanto muitos criticaram sua "indecência", outros a elogiam por sua coragem de enfrentar um tabu entre as mulheres nos países muçulmanos.

Ela disse ao Daily Telegraph, "Me disseram no Ministério da Cultura e do Guia Oficial islâmico que o Irã não precisa de atores ou artistas. Você pode oferecer seus serviços artísticos em outro lugar", deve ser por isso que ela atualmente vive em Paris.

Ela começou a atuar no teatro com seis anos, idade que também fez seu primeiro filme, The Pear. Com 14 anos de idade ganhou o prêmio de Melhor Atriz no Annual Fajr Film Festival no Irã.

Ela imediatamente se tornou uma das atrizes mais famosas de seu país natal, porém seu desempenho no filme Santoori nunca foi visto no Irã e ainda hoje, depois de quatro anos de sua estreia, ainda é banido.

Ela estrelou em M For Mother, que foi enorme sucesso, sendo até escolhido para representar o Irã na categoria de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar de 2008.

Farahani também interpretou uma enfermeira em Rede de Mentiras contracenando com Leonardo DiCaprio e dirigida por Ridley Scott; veja o trailer abaixo.

Como resultado de todo esse sucesso? Ela foi proibida de ir ao Irã.  Injustiça?