5 estrelas de Hollywood que poderiam participar da política

E! News | Faz 5 anos

 
Todd Williamson/WireImage.com; AP Photo
Ronald Reagan, Arnold Schwarzenegger, Sonny Bono, Jesse Ventura, Gopher… Há uma longa lista de estrelas de Hollywood entrando para o mundo da política. Com o anúncio de que Alec Baldwin não vai se candidatar a prefeito da cidade de Nova York em 2013 (optando por fazer um mestrado em “Política e Governo”), e com Kelsey Grammer dizendo que talvez um dia, não é surpresa que as celebridades estejam de olho em cargos mais altos. E! News elegeu mais 5 celebridades que podem pensar em se mudar para Washington:
NBC/Ali Goldstein
1. Donald Trump: Não há nada que o senhor Trump não possa fazer na sala de reuniões. Mas a campanha política é algo bem diferente. Depois de flertar com a ideia de agitar a campanha presidencial republicana (baseada em falsas insinuações de que Obama seria muçulmano). Enquanto isso, ele optou por continuar independente. Mas não se engane, ele ainda está se articulando, e, recentemente, contou à CNN o que faria se fosse o Secretário do Tesouro americano.
Lester Cohen/WireImage.com
2. Matt Damon: Presidente? Bom, quase isso. Pelo menos de acordo com Michael Moore. O cineasta falou sobre a estrela de Identidade Bourne ser um possível terceiro candidato nas eleições, dado a decepção de Damon com o atual estado da política e visões sobre os variados assuntos que a cerca. Enquanto ele atuava como um candidato ao Senado americano em Os Agentes do Destino e narrava o documentário vencedor do Oscar, Inside Job, sobre a relação entre a corrupção e a crise financeira de 2008, Damon se manteve em silêncio sobre um possível futuro político. Um grupo do Facebook se formou na esperança de que ele participasse da corrida presidencial em 2012. E já sabemos que ele tem futuro na competição, seu grande amigo, Ben Affleck, contou a Larry King durante a campanha presidencial de 2004 que Matt estaria disposto a concorrer. SAIBA MAIS: as estrelas que estarão no festival de Veneza.
Stefanie Keenan/Getty Images
3. Frankie Muniz: o ex Malcom in the Middle mostrou interesse no serviço público, chegando a twitar em junho “Serei um político. Estou concorrendo a um cargo público. Serei anunciado em breve #Muniz2016”. Mas nenhuma palavra sobre o tipo de cargo que ele está interessado. Aos 25, o ator e, às vezes, piloto de corrida já pode ser eleito para a Câmara dos Deputados e para  o escritório do Estado, mas, se estiver pensando mesmo em 2016, poderá concorrer ao Senado americano, já que a idade mínima permitida é de 30 anos. Mas seu maior desafio por enquanto devem ser encarar as perguntas sobre sua vida pessoal, ainda mais depois de uma situação polêmica em que seu amigo alegou que ele seria suicida. Alegação que foi negada posteriormente.
AP Photo/Charles Rex Arbogast
4. Bristol Palin: a filha de Sarah Palin se deu muito bem com a fama depois de ter ganhado o terceiro lugar em Dancing With the Stars, e está prestes a estrear seu próprio reality show. Mas será que Bristol vai seguir os passos da mãe? Bom, se o fato dela se mudar para o Arizona, estado de McCain, for algum indicio, ela já tem o que é preciso para uma candidatura inicial. Como ela mesma disse ao E! News em fevereiro, provavelmente terá seu próprio escritório um dia, “se eu vir algo que precise ser mudado, então é claro que eu faria alguma coisa a respeito”.
Mathew Imaging/WireImage.com
5. Stephen Colbert: o comediante americano já participou em 2006 como convidado especial do jantar anual da Associação dos Correspondentes da Casa Branca, e durante o jantar criticou o governo Bush e a mídia através de suas piadas. E gostaríamos de vê-lo atuar novamente durante as eleições presidenciais de 2012.