Como está a família real depois de 30 anos do casamento de Lady Di e Príncipe Charles?

E! News | Faz 5 anos

 
EFE
Exatamente 30 anos acontecia o casamento entre Príncipe Charles e Diana Spencer, a princesa de Gales. Um conto de fadas que foi vivido com entusiasmo e patriotismo, mas que acabou em uma tragédia que abalou os alicerces da monarquia britânica. O outro casamento, o do Príncipe William e Kate Middleton, celebrado no último dia 29 de abril, tem ofuscado o acontecimento que há trinta anos foi o programa de televisão mais assistido da história, com 750 milhões de telespectadores. O casamento de William conseguiu também apagar o fracasso que foi o casamento de seus pais, Charles e Diana, e conseguiu, após décadas de escândalos, recuperar a imagem da monarquia. Mas há 30 anos, os britânicos viveram o verdadeiro entusiasmo do casamento do herdeiro do trono, que foi celebrado na Catedral de San Pablo, em Londres, e não em Westminster, já que era necessário um local com capacidade para 3.500 convidados. No dia do casamento, os britânicos não precisaram trabalhar, foi um dia de festa. Mais de 600.000 mil pessoas invadiram as ruas da capital britânica para ver de perto o casal que parecia tão feliz. A jovem Lady Di, como foi popularmente conhecida, chegou a catedral em um carro acompanhada por seu pai, Lord Spencer. Um véu ocultava a assustada cara da noiva que com apenas 20 anos iria se casar com o filho mais velho da rainha da Inglaterra (12 anos maiss velho do que ela). Ela estava aparentemente nervosa, sobre tudo no momento do “sim, eu aceito”, quando Diana, que tinha se tornado a primeir mulher ingelasa a se casar com o herdeiro do trono em 300 anos, trocou a ordem dos numerosos nomes do marido. Para muitos, o vestido de cor merengue de Diana, com mangas bufantes, uma calda de oito metros e com mais de 10.000 pérolas incrustadas, se tornou em um símbolo de ostentação do casamento. A tradicional foto do casal se beijando no balcão do palácio de Buckingham deu a volta ao mundo e protagonizou a primeira página de inúmeros jornais no dia seguinte. O histórico The Times aproveitou a ocasião para publicar a sua primeira foto colorida. A história entre o Príncipe e a jovem aristocrata tinha todos os ingredientes de um conto de fadas, mas a felicidade do casal durou pouco. A infidelidade de Charles com sua antiga namorada, Camilla Parker Bowles (com quem se casaria no civil em 2005), fizeram com que o casal de separasse em 1992. Logo depois, Diana disse em uma entrevista, “éramos três no casamento”. Os enfretamentos ente a princesa e a família real foram constantes. A morte de Diana em um acidente de carro em Paris quando ele era perseguida por paparazzis teve uma repercussão imensa entre os britânicos. A fria reação da família real com a morte da “princesa do povo” foi muito criticada e os índices de popularidade da monarquia despencaram, provocando uma crise constitucional sem precedentes. Com certeza, o outro casamento, entre William e Kate, que pretendia ser mais discreto e de acordo com os tempos atuais, ajudou muito a remontar a imagem da Família Real.