Vogue Itália é acusada de racismo por editorial

MODA | Faz 3 anos

 
Vogue Italia, Cover

Vogue Italia




Entenda a confusão






Após a polêmica enfrentada em janeiro por criar uma sessão especial com fotos de pessoas negras, a Vogue Itália está mais uma vez dando o que falar depois de publicar um ensaio chamado "Abracadabra" na edição de março.

Acompanhe Valentina Ferris no Twitter

Isso porque as fotos feitas por Stephen Meisel mostram a modelo alemã Saskia de Brauw com o corpo pintado em tons mais escuro e o rosto pintado com desenhos étnicos, posando com animais empalhados.

Essa não é a primeira vez que um ensaio da Vogue é criticado por mostrar modelos brancas retratadas como negras. Em maio do ano passado, a edição holandesa da revista também gerou controvérsia por trazer a modelo Querelle Jansen posando com o rosto pintado de preto.



Vogue Italia

Steven Meisel/Vogue Italia




Artista cria versão da Barbie com medidas mais realistas

Mesmo depois de tantas reações negativas e acusações de racismo, parece que os veteranos da indústria ainda não apreenderam que esse tipo de ensaio pode ser ofensivo.

O que causa tanta revolta é o que os norte-americanos chamam de "Blackface", uma forma de interpretação muito popular no século passado, em que atores brancos representavam negros de forma depreciativa e estereotipada.



Vogue Italia

Steven Meisel/Vogue Italia






Vogue Italia

Steven Meisel/Vogue Italia