TOP 5 escândalos do mundo da moda

MODA | Faz 3 anos

 
Stefano Gabbana, Victoria Beckham, Domenico Dolce

Vittorio Zunino Celotto/Getty Images




Dolce e Gabbana não estão sozinhos






Os estilistas Domenico Dolce e Stefano Gabbana foram condenados à prisão nesta quarta-feira, 30, por sonegaram impostos. Porém, apesar de ter chocado muitas pessoas, esse não é o primeiro – e certamente não será o último – escândalo de personalidades da moda.

Estilistas Dolce e Gabbana são condenados à prisão

Relembre outros casos:



Lindsay Lohan y Terry Richardson

www.terrysdiary.com




Terry Richardson: recentemente, o fotógrafo voltou a ser acusado de assédio sexual por uma estudante. Richardson já havia enfrentado acusações parecidas em 2010. Inclusive, várias famosas, como Lena Dunham e Coco Rocha, afirmaram que se sentiram desconfortáveis ao trabalhar com ele. Leia a resposta do fotógrafo aqui.



Kate Moss, Kate Moss Daily Mirror

Reprodução




Kate Moss: ver o nome da modelo em uma lista de escândalos não é exatamente uma novidade, afinal, além do talento, ela sempre foi conhecida por seus excessos. Porém, em setembro de 2005, o jornal Daily Mirror estampou em sua capa uma foto de Kate cheirando cocaína, o que fez a modelo perder vários contratos.



Naomi Campbell

Mark Metcalfe/Getty Images




Naomi Campbell: a modelo não ganhou a fama de esquentadinha a toa, já que já encarou três processos por agressão: em 2000, ela foi acusada de bater em uma assistente, em 2003, ela foi acusada de jogar um telefone no novo assistente e, em 2006, ela foi presa no aeroporto de Londres acusada de ter agredido um policial depois que sua bagagem foi extraviada.



Marc Jacobs

Pascal Le Segretain/Getty Images




Marc Jacobs: hoje em dia o estilista é sinônimo (e a cara) de sucesso, mas já passou por dias sombrios. Em 2007 ele se internou na rehab para tratar problemas com álcool e drogas depois de uma série de incidentes, como ser expulso de um avião.



John Galliano

AKM-GSI




John Galliano: o escândalo do estilista britânico provavelmente é o pior que já aconteceu. Em 2011, ele foi flagrado em um vídeo em que aparece bêbado fazendo comentários antissemitas. Depois disso, ele foi demitido da Dior, marca da qual era estilista há anos, e preso.