Terry Richardson responde acusações de assédio sexual

MODA | Faz 3 anos

 
Rihanna by Terry Richardson

Courtesy of Terry Richardson Tumbrl




Entenda!






Terry Richardson pode ser um dos fotógrafos mais amados de Hollywood e fotografar uma série de editoriais e campanhas (e até dirigir o clipe Wrecking Ball de Miley Cyrus), mas a polêmica em torno dele acabou ganhando mais força depois de mais uma acusação de abuso sexual e a manifestação do próprio após anos de silêncio sobre o assunto.

Acompanhe Valentina Ferris no Twitter

Entre os nomes que já afirmaram que nunca mais querem trabalhar com ele por terem se sentido desconfortáveis da primeira vez estão Lena Dunham e Coco Rocha, mas a estudante e modelo Charlotte Waters foi a mais nova a acusar Richardson de abuso, afirmando que ele a apalpou e chegou a ejacular durante um ensaio fotográfico.

Com a polêmica novamente aquecida, a ONG The Miss Representation e o The Representation Project lançaram uma campanha chamada It's Time to Put an End to Terry Richardson, algo como "É hora de colocar um fim em Terry Richardson", em tradução livre, com uma petição para que grandes marcas e publicações, como Vogue e Harper's Bazaar, parem de contratar o fotógrafo.

De acordo com o Page Six, Richardson respondeu às acusações dizendo: "Eu trabalho com mulheres adultas que sabem da natureza do meu trabalho, e como em todo trabalho, as pessoas assinam contratos. Respeito todos que trabalham comigo e dou a eles o livre arbítrio para tomarem suas decisões".

Cara Delevingne e Kate Moss estrelam nova campanha da Burberry

Em seu blog no Huffington Post, o fotógrafo, que faz ensaios bem quentes e repletos de nudez, escreveu uma espécie de carta aberta sobre as acusações.

"Há quatro anos, eu preferi ignorar as fofocas da internet e as acusações falsas contra mim. Senti que responde-las era trair meu trabalho e meu caráter. Quando essas alegações ressurgiram nos últimos meses, pareceram especialmente cruéis e distorcidas, saindo da esfera do dialogo e tornando-se nada mais do que um caça às bruxas emocionalmente carregado".

"Escrevendo isso, tento humildemente corrigir esses rumores, porque percebi que se ficar quieto nessa conversa, apenas as mentiras vão continuar. As pessoas sempre terão opiniões fortes sobre imagens desafiadoras, e a dicotomia do sexo é o que o torna o mais natural e universal dos comportamentos humanos, e também o mais sensível e dividido".

"Ao longo da minha carreia, aceitei que alguns dos trabalhos mais provocativos causam controvérsia e, como artista, eu valorizo a discórdia que surge com isso. Eu só posso esperar que essa discórdia seja informada com fatos".

Richardson nunca foi condenado na justiça pelas acusações de abuso sexual das modelos.