Famosos lamentam a morte da estilista L’Wren Scott

MODA | Faz 3 anos

 
L

Larry Busacca/Getty Images




Namorada de Mick Jagger teria se suicidado






A estilista e namorada de Mick Jagger, L'Wren Scott, foi encontrada morta após um suposto suicídio nessa segunda-feira, 17, em seu apartamento em Nova York. Com a trágica notícia, não demorou para que muitas pessoas se manifestassem, lamentando a perda, entre elas Madonna, Naomi Campbell, Anna Wintour, editora da Vogue norte-americana, e outros nomes importantes.

Morre L'Wren Scott por suspeita de suicídio

"Estou profundamente triste com a perda de L'Wren Scott. Wren era uma perfeccionista, alguém que encarnava tudo em suas maravilhosas roupas. Ela tinha força de caráter combinada com um estilo confiante e poderoso", escreveu Wintour no site da Vogue. "Pessoalmente, L'Wren sempre foi incrivelmente generosa, gentil, amável e muito divertida. Suas maneiras e seu charme eram de outros tempos, mas sua sensibilidade sempre foi moderna. Todos vamos sentir sua falta".

Acompanhe Valentina Ferris no Twitter

Já Madonna, que estava entre as clientes de L'Wren, desabafou: "Essa é uma perda horrível e trágica. Estou muito chateada, pois amava o trabalho de L'Wren. Ela sempre foi tão generosa comigo...".

Enquanto isso, a modelo Naomi Campbell declarou: "Estou profundamente chocada e devastada com a notícia. L'Wren era alguém que eu conhecia desde que tinha 17 anos. Nós viajamos o mundo juntas muitas vezes. L'Wren foi alguém que eu sempre amei. Ela era um ícone da elegância e feminilidade, e mantinha sua alma feminina. Vou sentir falta de sua honestidade e eu vou perder a amizade dela. Meu coração vai para Mick e todos os que a amavam e eram amados por ela. Que ela descanse em paz".

No Twitter, Lily Allen escreveu: "Eu acabei de sair de um avião e ouvi a triste notícia [sobre a morte] da L'Wren.  Que terrível tragédia, estou em estado de choque, pois a vi no cabeleireiro outro dia...".



Mick Jagger, L

Stephen Lovekin/Getty Images



Mick Jagger,  que namorava L'Wren desde 2001, se manifestou através do Facebook sobre a morte dela.

"Eu ainda estou lutando para entender como meu amor e minha melhor amiga pode por um fim em sua vida dessa forma trágica. Nós passamos muitos anos maravilhosos juntos e tivemos uma ótima vida. Ela tinha uma ótima presença e o talento dela era muito admirada, principalmente por mim. Estou tocado pelos tributos que as pessoas prestaram a ela, e também pelas mensagens pessoais que recebi. Eu nunca vou esquecê-la", escreveu o vocalista do Rolling Stones.

Após a divulgação da notícia, a banda cancelou a apresentação que faria na Austrália.