Estilistas Dolce e Gabbana são condenados à prisão

MODA | Faz 3 anos

 
Domenico Dolce, Stefano Gabbana

Harold Cunningham/Getty Images for DETAILS




Italianos teriam sonegado bilhões






Domenico Dolce e Stefano Gabbana, os estilistas da Dolce & Gabbana, foram condenados a 18 meses de prisão por sonegação de impostos. O veredito foi anunciado nesta quarta-feira, 30, pela Corte de Milão.

Acompanhe Valentina Ferris no Twitter

Eles já haviam sido condenados em primeira instância em junho do ano passado, pelo crime de evasão fiscal de cerca de R$ 3 bilhões.

Os impostos sonegados seriam fruto da venda da Dolce & Gabbana a um grupo de fachada em Luxemburgo, em 2004, para que a marca pudesse escapar das autoridades italianas enquanto continuava atuando no país.

Estilistas Dolce e Gabbana são acusados de sonegar impostos

"Estou sem palavras, estou impressionado e recorreremos com certeza à Corte de Cassação", declarou o advogado dos estilistas, Massimo Dinoia, à imprensa local.