E a saga Dior continua: será que definitivamente temos um substituto para Galliano?!

MODA | Faz 47 anos

 

AP Photo/Thibault Camus



Pois é... Essa história já daria um filme ou uma novela. Muito se falou, muitos nomes foram citados, mas até agora, na real, quem substitui Galliano ainda é Bill Gayten, seu ex-assistente, que tem até recebido boas críticas por suas coleções.

Depois de grandes nomes como: Hedi Slimane, Haider Ackermann, Riccardo Tisci e Marc Jacobs que segundo a imprensa internacional, quase fechou com a Dior, e deixaria um buraco enorme, dessa vez na Louis Vuitton, que também cogitou grandes nomes, agora para o lugar de Marc. Enfim, por hora, isso é passado.






Segundo o WWD, o gênio da vez é Raf Simons, que está por trás da Jil Sander desde 2005. Porém, Raf tem contrato por tempo indeterminado com a marca alemã, o que dificulta todo o tramite. E clarooooo, não teria tempo de produzir as próximas coleções que serão desfiladas em janeiro e março.

Simons também foi procurado pela YSL, que também não tem destino certo na sua direção criativa. Quem está no posto é Pilati, desde 2004 com a saída de Tom Ford. Seu contrato vence em março do próximo ano.

Agora... continuaremos esperando para ver onde definitivamente chegará essa dança das cadeiras.

Por Catarina Novaes, E! Fashion Blogger